Gravura Paleolítica do Vale do Côa

 

 

 

 

 

 

 

 

As gravuras paleolíticas do Vale do Côa distribuem-se ao longo das margens dos 17 km finais do curso do rio Côa e nos vales afluentes do Douro junto à foz do Côa.

A sua grande importância reside no facto de, até à sua descoberta, se julgar que a arte rupestre paleolítica se circunscrevia ao interior das grutas.

As visitas a estes núcleos fazem-se a partir da sede em Vila Nova de Foz Côa e de dois centros de recepção, em Castelo Melhor e Muxagata.

Os visitantes são conduzidos em viaturas todo-o-terreno por guias especialmente formados para o efeito, através dos antigos caminhos de acesso às zonas com rochas gravadas, e que propositadamente não foram alterados mas apenas melhorados.

As reservas são feitas contactando a sede do PAVC (que depois orientará os visitantes para os Centros de Recepção) através de:

Telefone: 279 768 260/Fax: 279 768 270
Email: visitas.pavc@igespar.pt
Av. Gago Coutinho, 19 A – 5150-610 V.N. Foz Côa

As visitas são feitas de terça a Domingo. Preço: 5 Euros.